Mercado

4 estratégias para impulsionar o mercado de imóveis no Brasil

4 estratégias para impulsionar o mercado de imóveis no Brasil

É tiro e queda: quando a economia de um país sofre com problemas econômicos, a taxa de juros aumenta e a oferta de crédito cai. E por mais que toda a economia se abale, alguns setores tendem a ser mais afetados. É, infelizmente, o caso do mercado imobiliário.

Realmente, o mercado de imóveis vem atravessando uma crise desde o começo de 2015, mas é sim possível recuperar ao menos parte de seus resultados. Para isso, é preciso adotar certas estratégias. Pronto para impulsionar suas vendas? Então confira nossas sugestões!

Foco na inteligência competitiva

O uso de inteligência competitiva permite que o mercado imobiliário encontre ofertas altamente relevantes para cada cliente. Assim, quando a imobiliária ou o corretor lança mão de estudos do mercado, por exemplo, consegue encontrar a oferta perfeita para cada interessado com muito mais facilidade.

O ganho em assertividade gera uma taxa de conversão maior. Afinal, com opções que atendem melhor às suas necessidades, as pessoas ficam mais inclinadas em comprar. A verdade é uma só: a informação é uma poderosa arma para gerar reaquecimento no mercado.

Acesso a programas sociais

Os programas sociais (como é o caso do Minha Casa Minha Vida) nasceram justamente com a intenção de facilitar o acesso dos consumidores à casa própria. O detalhe é que, durante um bom tempo, tais programas só eram considerados por pessoas de renda bem limitada.

Porém, com a diminuição de crédito no mercado imobiliário, foi se tornando bastante comum ver famílias com diferentes faixas de renda aderindo a programas desse modelo. Lembrando que a renda familiar pode ser de até 6.500 reais para ser elegível nesse programa.

Novas condições de financiamento

Como programa sociais normalmente são voltados para imóveis populares, uma grande parte da oferta acaba não entrando nos critérios. Nesse caso, outra forma de impulsionar o mercado de imóveis brasileiro é melhorando as condições de financiamento para aumentar a oferta de crédito.

Foi o que fez a Caixa Econômica Federal. Depois de limitar o acesso ao financiamento com uma margem baixa, a instituição voltou atrás e ampliou a oferta de crédito. Com os bancos privados seguindo a mesma tendência, é mais que possível que o mercado se reaqueça.

Busca por perfis investidores

Se, por um lado, os compradores comuns perdem a confiança na hora de comprar imóveis durante a crise, os investidores, por outro lado, tendem a aproveitar ao máximo as boas oportunidades que esse momento traz. Com a queda dos preços e a facilitação das condições, há um cenário perfeito para quem deseja investir.

Atentos a isso, imobiliárias e corretores devem focar parte de seus esforços justamente nesses investidores. Ao gerar atenção e interesse para diversas oportunidades, tem-se como resultado um aquecimento local do mercado, que possivelmente levará a um futuro reaquecimento total.

Preparado para colocar essas dicas em prática e contribuir para que, pouco a pouco, o mercado se recupere? Aproveite para conhecer o inGaia Imob e otimize o seu trabalho com o melhor CRM do mercado imobiliário, que lhe permite gerenciar clientes, divulgar os seus imóveis e fazer parcerias com mais de 30.000 corretores!

E se deseja conhecer mais dicas para driblar as dificuldades do mercado, não perca mais tempo: assine a nossa newsletter e receba nossas atualizações diretamente no seu e-mail!

publicidade
Gestão Completa + Site para sua imobiliária :: inGaia Imob
Artigos relacionados
Compartilhe