Vendas

vendas-4-indicadores-de-desempenho-para-acompanhar-em-sua-imobiliaria.jpeg

4 indicadores de desempenho para acompanhar em sua imobiliária

Quem trabalha em uma imobiliária sabe que as informações são muito valiosas. Afinal, com elas é possível trabalhar não só na captação de novos clientes, mas também na abordagem de vendas realizada pela equipe. Além disso, é com a coleta constante de dados que podemos tomar decisões mais precisas, focadas nas nossas necessidades.

Como levantar essas informações? Fácil. Basta elencarmos os indicadores de desempenho que serão utilizados na nossa empresa. Assim, podemos mensurar constantemente dados importantes sobre a nossa equipe e nossos resultados.

Quer conferir mais sobre o assunto? Então confira 4 indicadores de desempenho para acompanhar na sua imobiliária.

1. Ticket médio

Nosso primeiro indicador é fundamental para o monitoramento apropriado da equipe de corretores. O ticket médio tem como objetivo avaliar quanto, em média, cada vendedor traz para a nossa empresa.

Basicamente, basta somarmos o resultado bruto das vendas de um corretor e dividir pelo número de oportunidades. Claro, o indicador também pode ser usado para avaliarmos o resultado da equipe como um todo.

Como o ticket médio você pode descobrir, por exemplo, quais vendedores possuem uma média de vendas maior para, e diagnosticar as causas para isso.

2. Taxa de conversão

A taxa de conversão é outro indicador de desempenho que pode ser aplicado para avaliar a performance do seu time de corretores. No caso, vamos pegar o número de negócios fechados e dividir pelo número de oportunidades. A diferença é que, na taxa de conversão, não estamos procurando os resultados financeiros, mas, sim, a média de vendas concluídas por oportunidades.

É excelente para avaliar o nível de rejeição dos corretores e descobrir possíveis origens. Talvez seja o caso de um corretor vender o tipo de imóvel com perfil errado, por exemplo. Ou talvez ele seja simplesmente aquele que prefere aumentar o número de oportunidades para garantir as vendas, em detrimento da qualidade de atendimento.

3. Tempo médio de negociação

Outro indicador fundamental é o tempo médio de negociação. Quanto tempo será que os corretores gastam para conquistar um cliente? Essa informação é fundamental, principalmente se unirmos ela aos outros dois indicadores mencionados anteriormente.

No caso da taxa de conversão, por exemplo, podemos verificar aquela situação em que o corretor prejudica o atendimento para fazer o máximo de abordagens possíveis. Já no caso do ticket médio, podemos descobrir se uma possível falha do corretor é a dificuldade em manter uma negociação.

4. Taxa de follow up

Por fim, é muito importante avaliar se os colaboradores desistem facilmente dos clientes. Será que fazem novas propostas com imóveis dentro do perfil procurado? Ou simplesmente ignoram o cliente simplesmente por conta de uma única recusa? A taxa de follow up é um dos indicadores de desempenho mais usados nesse sentido.

O objetivo é descobrir com quantos clientes que apresentaram recusas o corretor voltou a entrar em contato, comparando com todos os clientes atendidos. Você pode descobrir se possui um escritório onde existe uma cultura de descarte de clientes, ou se os vendedores perseveram até o fim.

Agora que você entendeu como as informações são valiosas para quem trabalha em uma imobiliária e que é com a coleta constante de dados que podemos tomar decisões mais precisas, aproveite para conhecer o nosso CRM imobiliário, o inGaia Imob, e faça a gestão automatizada dos seus clientes e imóveis, tendo em suas mãos, em qualquer lugar e de qualquer dispositivo, todas as informações necessárias!

Gostou do nosso post de hoje? Então nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de muito mais!

publicidade

Compartilhe