Liderança

As 6 falhas mais comuns de um corretor de imóveis

As 6 falhas mais comuns de um corretor de imóveis

Para um corretor de imóveis, conseguir se diferenciar em um ramo tão complexo e competitivo quanto o mercado imobiliário não é tarefa das mais simples. Pela sua alta demanda e rentabilidade, ele vem atraindo cada vez mais pessoas e isso exige que a experiência dos clientes seja a melhor possível. Portanto, para quem deseja ter êxito no setor, não cometer falhas básicas pode ser fundamental.

Muitos profissionais pecam nos pequenos detalhes e, sem que sequer percebam, acabam afugentando compradores ou perdendo excelentes oportunidades de negócio. Essa é uma situação que deve ser evitada ao máximo, pois como sabemos, uma única transação nessa área pode significar grandes lucros na sua conta bancária ou um tremendo prejuízo ao final do mês.

Para que isso não aconteça com você, não deixe de ler o conteúdo a seguir. Nele, mostraremos as 6 falhas mais comuns de um corretor de imóveis. Confira:

Ser um mau ouvinte

Qualquer vendedor deve, necessariamente, se um bom ouvinte. Porém, no setor imobiliário, isso é ainda mais primordial. Lembre-se que uma transação de compra e venda envolve uma quantia bastante elevada e que contratos de locação oficializam uma relação que pode durar anos ou até mesmo décadas. Dentro desse contexto, ouvir muito bem os seus clientes é indispensável para evitar problemas.

É o seu público que deve expor suas verdadeiras demandas, exigências, necessidades e possibilidades. O corretor de imóveis, por sua vez, precisa ouvi-las com muita atenção e então partir para a captação com o máximo de embasamento possível. Motive os seus clientes a falarem tudo o que desejam. Dessa forma, é muito mais fácil oferecer o que eles realmente procuram e, assim, suas chances de sucesso disparam.

Ser um corretor de imóveis pouco acessível

Outro erro que um corretor de imóveis jamais deve cometer é dificultar a comunicação com os seus clientes. Um profissional inteligente deve, acima de tudo, estar acessível em qualquer lugar, 24 horas por dia. E, convenhamos, a tecnologia tornou isso muito mais simples de ser feito.

Celulares que comportam mais de um chip são muito comuns e bem mais baratos do que eram há algum tempo. Procure ter ao menos duas linhas, de operadoras diferentes, que fiquem sempre ligadas. Isso facilita o contato e torna as ligações menos dispendiosas.

A internet não pode ficar de fora. Além de ter um e-mail exclusivamente para uso profissional, procure checá-lo ao menos uma vez por dia. Não deixe de responder as mensagens o quanto antes.

Os aplicativos também estão na moda. Muitas pessoas gostam de se comunicar por meio desses programas e isso dá mais dinâmica e praticidade para qualquer negociação. Se você não for muito fã dessa possibilidade, procure ao menos baixar o WhatsApp, que é o mais popular do momento.

Ficar desatualizado

Não é raro que os corretores alcancem determinado grau de sucesso em suas profissões e acabem não dando muita importância para os estudos e atualizações. No entanto, esse certamente é uma das principais falhas que devem ser evitadas a todo custo. A capacitação continua é indispensável para quem quer melhorar seus resultados e não perder espaço para a concorrência.

Por essa razão, busque ler alguns livros sobre o ramo ou algumas áreas relacionadas. Existem boas biografias sobre vendedores de sucesso e alguns volumes sobre técnicas de vendas ou psicologia humana também podem ser bastante úteis.

Mais uma vez, a internet pode ser uma poderosa aliada. É interessante participar de fóruns com outros profissionais do mercado imobiliário e também acompanhar blogs, sites e newsletters sobre o setor. Esses itens permitirão uma boa discussão sobre o cenário atual e o compartilhamento de informações valiosas.

Ignorar o poder do marketing digital

Focar as suas ações de divulgação em mídias off-line é outra falha grave para um corretor de imóveis. Embora panfletos, placas e jornais ainda tenham o seu valor na captação de clientes e na localização de casas, apartamentos e terrenos para negociação, o fato é que o marketing digital é muito mais eficaz, produtivo e, pasmem, barato.

Você pode começar marcando presença nas redes sociais. Essas mídias estão entre os sites mais poderosos de mundo e as pessoas passam horas do dia checando as novidades em seus perfis. Tente, ao menos, ter uma Fanpage no Facebook e um perfil ativo no Instagram, postando fotos de propriedades e compartilhando artigos relacionados sobre o setor.

Ter um blog também pode ser uma boa ideia. É uma forma de atrair público e de ganhar mais autoridade e credibilidade na sua profissão. Não se esqueça de também das plataformas de vendas online. Você pode disponibilizar sua cartela de imóveis nesses sites e então alcançar muito mais pessoas interessadas nos seus produtos.

Pressionar os clientes

O corretor de imóveis inteligente não deve, sob hipótese alguma, pressionar os seus clientes. Lembre-se que são eles que possuem, em última instancia, o poder decisório. Por mais chato e maçante que isso possa parecer, você deve fazer o seu serviço da melhor maneira e então esperar e respeitar as decisões do seu público.

Com a recuperação da economia brasileira, o mercado de imóveis ganhou novo impulso e não há motivos para desespero ou apreensão excessiva por parte dos profissionais.

Apenas procure ser bastante claro quanto as oportunidades e mostre que, em caso de uma demora excessiva, a pessoa pode perder a chance de fazer uma excelente venda ou uma ótima aquisição. No mais, aguarde com paciência e mostre-se solícito.

Prometer e não cumprir

Por fim, prometer e não cumprir é, infelizmente, outra das falhas mais comuns de um corretor de imóveis. Dentro desse setor, ser completamente honesto é uma tática muito mais inteligente e que trará melhores resultados, tanto imediatamente quando em médio e longo prazos.

A transparência facilita e fortalece o relacionamento, pois as pessoas preferem comprar com quem se mostra verdadeiramente confiável. Quando o profissional é direto e incorruptível, o público entende que ele realmente se preocupa com suas necessidades e não apenas com a venda em si.

Outro ponto fundamental é que as mentiras costumam ser rapidamente descobertas. Você até pode tentar esconder alguns problemas estruturais ou mesmo na documentação. Porém, quando isso for descoberto, você pode ter uma transação inteiramente cancelada ou até mesmo sofrer um processo na justiça, minando completamente a sua credibilidade.

Agora que você já conhece as 6 falhas mais comuns de um corretor de imóveis, aproveite para conhecer o inGaia Corretor e não falhe mais! Nele você gerencia seus clientes de qualquer lugar, divulga seus imóveis e tem acesso a um milhão de novas oportunidades de fazer mais negócios e ganhar mais dinheiro.

Essas são algumas das falhas mais comuns de um corretor de imóveis. Gostou do conteúdo? Então confira também esse artigo sobre os 4 filmes sobre vendas que todo corretor imobiliário precisa assistir!

publicidade
Corretor de imóveis, tenha uma plataforma completa para seu sucesso.
Artigos relacionados
Compartilhe