Mercado

Afinal, por que fazer um curso de corretor de imóveis? Qual a necessidade?

Afinal, por que fazer um curso de corretor de imóveis? Qual a necessidade?

Autonomia sobre as próprias metas de vendas, flexibilidade de horário de trabalho, grandes oportunidades de ganhos financeiros, realização pessoal e profissional — esses são alguns dos muitos benefícios que a carreira de corretor de imóveis proporciona. E não é coincidência que o mercado imobiliário está em constante expansão e o número de profissionais na área cresce a cada dia.

Por mais que a situação econômica do país esteja delicada, por conta da crise financeira atual, esse mercado pode ser considerado um dos poucos que tem capacidade para manter um índice de crescimento satisfatório, ainda que caminhe com dificuldades.

Por isso, existe uma crescente demanda pela procura de cursos e certificações na área. Entretanto, muitas pessoas ainda não entendem a real necessidade de o profissional de vendas imobiliárias se especializar no setor.

Afinal, por que fazer um curso de corretor de imóveis? Continue a leitura deste post para entender mais sobre a importância de se qualificar profissionalmente!

O que é preciso para ser um corretor de imóveis?

Antes de prosseguirmos, é preciso ressaltar que, para se profissionalizar como corretor de imóveis, há uma série de etapas a serem concluídas e alguns pré-requisitos necessários.

Para se formalizar na profissão e poder exercê-la legalmente, é obrigatório ser maior de idade, ter o ensino médio completo e ser diplomado em ao menos um curso profissionalizante de transações imobiliárias.

Qual o tempo de duração dos cursos de formação profissional em corretagem imobiliária?

Para formalizar o profissional na área de corretagem imobiliária, existem alguns caminhos. Ele pode, por exemplo, optar por um curso técnico de transação imobiliária com duração, em média, de dez meses a um ano.

Caso prefira se aprofundar na área e obter qualificações mais avançadas, o futuro corretor de imóveis pode optar por fazer um curso superior de Ciências Imobiliárias, com duração de oito semestres (quatro anos).

Por fim, também existe a possibilidade de fazer um curso de Gestão Imobiliária com duração de 2 anos.

O que priorizar em um curso de corretor de imóveis?

Seja um curso superior, técnico ou até mesmo EAD (online), o que de fato deve ser priorizado é a qualidade e a credibilidade da instituição de ensino perante o mercado.

Para se certificar a respeito disso, procure o Sindicato dos Corretores ou o CRECI mais próximo de sua região e informe-se a respeito do reconhecimento da instituição por parte desses órgãos.

Como funciona um curso de corretor de imóveis?

Presenciais, semipresenciais ou a distância (online), normalmente, os cursos de formação profissional ou certificações na área de corretagem imobiliária são apostilados e abordam temas como:

  • matemática financeira;
  • legislação;
  • sistema tributário;
  • documentação;
  • noções médias de arquitetura;
  • mercado imobiliário, entre outros.

Como proceder após iniciar um curso de corretor de imóveis?

Assim que estiver matriculado e fazendo o curso, o candidato deve iniciar um estágio para começar o processo de aquisição de experiência na área.

Vale ressaltar que, para obter o seu número de registro no CRECI e poder exercer a profissão legalmente, é obrigatório cumprir com a quantidade mínima de 128 horas de estágio supervisionado e diplomado.

Por que é preciso fazer estágio?

Além de adquirir todo o conhecimento necessário para se tornar um bom profissional, o estágio proporcionará experiências práticas no dia a dia que ajudarão o candidato a se decidir sobre em que área atuará no futuro.

Existem imobiliárias que lidam com diversas áreas específicas. Entre elas podemos citar:

  • imóveis prontos;
  • imóveis na planta;
  • loteamentos;
  • imóveis comerciais;
  • locação;
  • lançamentos imobiliários, entre outras áreas.

Vale lembrar que o candidato precisa ter, obrigatoriamente, a presença de um responsável técnico (corretor credenciado) para responder ao CRECI por seu estágio.

Como tirar o CRECI?

Após concluir o estágio e conseguir o seu diploma, é a hora de:

  • comparecer ao CRECI de sua região munido com os documentos solicitados;
  • pagar as taxas necessárias;
  • fazer a solicitação da carteira com o número de sua inscrição profissional.

Ao receber sua carteira profissional de corretor de imóveis, você também receberá o código de ética da profissão junto à sua regularidade. Lembrando que a carteira deve ser renovada todos os anos.

Por que fazer um curso de corretor de imóveis?

Apenas depois de todos os procedimentos citados acima, o corretor de imóveis estará habilitado a exercer a profissão, podendo intermediar transações e negociações imobiliárias legalmente.

Além disso, só será possível se especializar em novas qualificações profissionais na área — como um curso técnico de avaliador de imóveis — após receber o seu número do CRECI.

Como você deve ter percebido até aqui, existe um longo caminho a se traçar desde o momento em que a decisão de seguir a carreira é tomada, até o momento que, de fato, você se torna um corretor imobiliário.

Contudo, diversos detalhes técnicos relacionados à responsabilidade da atividade precisam ser considerados durante o caminho.

Como um curso de corretor de imóveis pode ajudar em sua rotina?

Como dissemos, o curso de formação profissional para corretor imobiliário é obrigatório para que ele possa exercer a profissão de forma legal, correto?

Isso significa que, durante suas aulas práticas e teóricas, o candidato aprenderá os principais aspectos sobre o cotidiano de um profissional de transações imobiliárias, como os seus desafios, necessidades e trunfos.

Deverá, também, dominar assuntos como tributação, legislação e mercado imobiliário, além de aprender diversas técnicas para negociar e argumentar durante o processo de venda ou compra de imóvel, por exemplo.

Vale a pena tanto trabalho?

Fazer um curso de corretor de imóveis envolve muito mais aspectos do que se pode imaginar, não é mesmo? Diferentemente do que muitos imaginam, não basta simplesmente se matricular em qualquer escola profissionalizante ou universidade e comparecer às aulas.

O processo pode ser muito trabalhoso e demanda investimento de recursos e tempo, entretanto, vale lembrar que, depois de tanto esforço, você estará habilitado a exercer legalmente uma das únicas profissões que oferece:

  • autonomia total sobre sua tomada de decisões no trabalho;
  • controle e flexibilidade sobre sua carga horária;
  • liberdade e realização profissional;
  • potencial de ganhos ilimitados;
  • estabilidade financeira.

O que achou do nosso post sobre a importância em fazer um curso de corretor de imóveis? Compartilhe sua opinião com a gente: deixe um comentário logo abaixo!

publicidade
Corretor de imóveis, tenha uma plataforma completa para seu sucesso.
Artigos relacionados
Compartilhe