Vendas

Avaliação de imóveis: o que considerar ao definir um valor?

Avaliação de imóveis: o que considerar ao definir um valor?

O corretor imobiliário que não leva em consideração algumas características importantes — tanto internas quanto externas — não conseguirá fazer uma avaliação de imóveis eficiente.

Nesse sentido, saber analisar as características da propriedade e instruir corretamente seus clientes na definição do valor é fundamental para garantir uma venda rápida e satisfatória.

Neste artigo, falaremos sobre alguns aspectos que influenciam a valorização dos imóveis.

Quer entender melhor o assunto e ter mais confiança na hora de orientar seus clientes? Então siga com a leitura!

Entenda a diferença entre o parecer técnico e verbal na avaliação de imóveis

A avaliação do valor do imóvel é um item que consta na tabela dos Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis (CRECI). Esse valor varia para cada estado, mas costuma ficar próximo de 1% do valor do imóvel para avaliações por escrito ou uma anuidade do CRECI para um parecer verbal.

A avaliação por escrito recebe o nome Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica e apresenta minúcias sobre a determinação do preço.

Para elaborar um parecer técnico, o corretor precisa ter o título de avaliador imobiliário, que é um diploma concedido a profissionais com curso superior em gestão imobiliária, ou pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci), a alunos de cursos de especialização em avaliação imobiliária.

Tenha em mente que o parecer técnico pode ser importante para casos específicos — como processos de divórcios —, mas, no geral, todos os corretores podem sugerir o valor do imóvel verbalmente. Para isso, basta ter conhecimento na avaliação das características do imóvel — trataremos do assunto ao longo deste artigo.

Estude o local para uma correta avaliação do imóvel

Para auxiliar o seu cliente na definição do valor de um imóvel, um fator que deve ser levado em consideração é a localização estratégica. Mas você sabe o que isso significa e como ela influencia a avaliação do imóvel? Veja alguns pontos importantes:

Proximidade do transporte público

Um imóvel localizado próximo a metrôs ou estações de ônibus têm uma maior valorização. No entanto, essa regra não é válida quando falamos de bairros nobres, que tendem a dar maior importância a estacionamentos, heliportos e pontos de táxis.

Região próxima a comércios e serviços

A proximidade do imóvel a uma rede de comércios e facilidades é um diferencial para a valorização. Logo, contar com supermercados, padarias, escolas, shoppings, cinemas, bancos, hospitais e outras conveniências em um raio próximo vai elevar o preço do imóvel.

Proximidade a espaços de lazer e natureza

A busca por maior qualidade de vida é uma tendência nos dias atuais. Nesse sentido, imóveis próximos a parques, praias, calçadões e praças têm sua valorização elevada. Uma boa vista panorâmica também pode influenciar no preço do imóvel.

Poluição sonora

Embora imóveis localizados em vias de grande tráfego desfrutem de fácil acesso a conveniências e transporte público, a poluição sonora gerada tende a reduzir o seu valor. Do mesmo modo, ocorrerá uma queda no preço se o imóvel fica próximo a casas de espetáculos, feiras públicas ou outros espaços de grande concentração de pessoas e barulho.

Criminalidade e violência

Áreas perigosas e com um grande histórico de violência tendem a ser desvalorizadas. Por outro lado, imóveis próximos a postos policiais têm seu valor elevado pela segurança.

Infraestrutura

Imóveis localizados em áreas bem pavimentadas e com saneamento básico têm melhor valorização, se comparados a imóveis situados em ruas não asfaltadas ou com a infraestrutura precária.

Como você pode perceber, diversos fatores relacionados à localização influenciam no valor de um imóvel. Assim, a localização estratégica refere-se a imóveis em posição satisfatória para cada um dos pontos que detalhamos.

Considere o tempo de construção do imóvel

De fato, imóveis novos chegam a ter uma valorização até 30% maior que um usado.

Além disso, imóveis mais modernos costumam contar com melhor infraestrutura interna: salão de jogos, academia, área de lazer, piscinas, garagem para mais carros, maior quantidade de tomadas já adaptadas aos novos padrões, planta mais inteligente, acesso para ar-condicionado, entre outras vantagens que elevam o valor do imóvel.

Por outro lado, os imóveis mais antigos costumam ter plantas e ambientes mais espaçosos que podem ser um fator de valorização. Porém, o ponto negativo é que apresentam maior custo de manutenção e reforma. Falaremos sobre esse assunto em detalhes, mais adiante.

Tenha em mente que a idade da construção é um fator extremamente relevante para definir o valor de um imóvel.

Mensure a necessidade de reforma e acabamentos

O valor de um imóvel é influenciado pelo que está dentro e fora dele. Assim, uma propriedade bem cuidada, com a pintura em dia, armários planejados e bom acabamento influenciam no seu valor e tempo de venda.

Nesse sentido, é um erro não mostrar para o seu cliente que as modificações serão um fator de peso para garantir uma venda mais rápida e o retorno do investimento.

Avaliar a necessidade de reforma e investir em alguns reparos e melhorias pode ser um grande diferencial na hora de apresentar o imóvel para o comprador. Veja alguns aspectos a se considerar:

Pintura externa

Quando o imóvel é uma casa, é importante investir em sua fachada e áreas externas. Eliminar pichações é fundamental para passar maior tranquilidade para o comprador. Por outro lado, se o imóvel for um apartamento, essa questão pode ser desconsiderada, já que as decisões são tomadas pelo condomínio.

Pintura interna

Um imóvel com a pintura nova transmite a sensação de limpeza. Mas é importante destacar que as paredes devem ser pintadas com cores neutras e uniformes para agradar um maior número de possíveis compradores.

Acabamentos

Trocar pisos e a cerâmica dos banheiros e da cozinha passa um aspecto de higiene e valoriza o imóvel.

Instalações elétricas e hidráulicas

Qualquer reparo necessário nas instalações elétricas e hidráulicas não podem ser adiados. Uma dica é investir em alternativas sustentáveis — redução de consumo — para valorizar ainda mais o imóvel.

Por último, fique atento à limpeza e aos cuidados internos e externos: mantenha vidros limpos, grama aparada, piscina bem cuidada. Tudo isso são fatores que fazem os compradores se apaixonarem pelo imóvel que você oferece.

Gostou deste artigo? Está preparado para auxiliar seu cliente na avaliação de imóveis? Então aproveite para conhecer o inGaia Corretor e faça uso da melhor plataforma e site para corretores de imóveis do mercado e tenha acesso aos seus clientes e imóveis pelo app, além de parcerias em tempo real com mais de 30.000 corretores.

Curta a nossa página no Facebook e siga-nos no YouTube e Linkedin para acompanhar outros conteúdos de gestão imobiliária!

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe