Tecnologia

cadastro-de-imoveis-saiba-como-fazer-de-forma-eficiente.jpeg

Cadastro de imóveis: saiba como fazer de forma eficiente

Para quem é corretor de imóveis e, portanto, trabalha no mercado imobiliário, saber fazer um cadastro de imóveis de maneira eficiente é fundamental. Contudo, muitas vezes, quantidade não é sinônimo de qualidade.

Ter uma enorme cartela de imóveis não significa maiores resultados de vendas. Pelo contrário, não raramente, torna-se mais relevante possuir menos, mas com qualidade e potencial. Neste post, mostraremos dicas para ajudar você a melhorar esse processo de cadastro de imóveis e atrair os clientes certos.

Além disso, daremos exemplos sobre a necessidade de os imóveis serem de qualidade, mostraremos como identificar boas oportunidades no mercado e ainda explicaremos como é possível utilizar ferramentas online para cadastrar imóveis e impulsionar as vendas.

Se você atua nesse mercado e quer aprender a desenvolver seu trabalho com mais qualidade, continue com a gente!

Por que é importante considerar qualidade em vez de quantidade?

Sejam compradores ou locatários, certamente os clientes querem cada vez mais opções na hora de escolher um imóvel. No entanto, de nada adianta eles procurarem o espaço idealizado em meio a diversas alternativas sem qualidade ou com características tão inadequadas que acabam tornando a busca mais difícil.

Nesse sentido, imóveis ruins, fora das possibilidades dos potenciais clientes e que não atendem aos anseios deles não devem estar na sua lista só para constar. Para quem trabalha com mercado imobiliário, o ideal é atingir um equilíbrio entre quantidade e qualidade.

Você pode, por exemplo, ter 150 imóveis cadastrados, desde que certifique-se de que eles atendem o mínimo de requisitos para despertar o interesse de um comprador ou locador. Por isso, é fundamental que o cadastro de imóveis seja muito bem-feito.

Como fazer o cadastro de imóveis?

Como citamos, um cadastro de imóveis adequado é um fator de máxima relevância para se atingir o objetivo final do seu trabalho, ou seja, a venda. Apresentar um catálogo completo para o seu cliente, com as informações necessárias e fácil acesso, faz com que os imóveis disponíveis ganhem destaque e sejam mais atrativos.

Além disso, facilita o seu trabalho como corretor, uma vez que a clientela já possui as informações básicas sobre o local pelo qual se interessou.

Faça textos descritivos claros

Ao pensar no texto de descrição do imóvel, tenha em mente que ele precisa chamar a atenção e prender o cliente — o qual está exposto a uma quantidade significativa de outras ofertas. Portanto, escreva de forma organizada, dinâmica e com textos curtos, porém sem abreviações para não atrapalhar o entendimento. Dividir em tópicos é uma estratégia que pode organizar a leitura.

Profissionalize fotos e vídeos

Assim como a descrição do espaço é importante, garantir boas fotos ou, até mesmo, vídeos do local é fundamental. Para que um comprador clique e busque mais detalhes sobre um imóvel, é crucial que ele se interesse pelas imagens.

Quando não há fotografias de qualidade ou não existem fotos, ocorre uma queda considerável no número de acessos do anúncio. Portanto, faça fotos com boa qualidade, com iluminação apropriada e de diferentes ângulos e cômodos, sempre pensando em valorizar o local.

Já os vídeos podem ser grandes diferenciais nesse concorrido mercado imobiliário. Eles podem, por exemplo, simular uma visita ao imóvel, deixando bem explicada a composição de cada ambiente.

Não omita informações essenciais

Para atrair e prender a atenção do comprador, é importante que o interessado saiba se o imóvel em questão atende ao que ele está buscando. Assim, informe-o sobre o valor da propriedade — ele precisa saber se este está dentro do orçamento esperado —, mas esclareça também sobre o número de quartos, as vagas de garagens, a quantidade de banheiros, entre outros.

No caso de apartamentos, explique sobre o tamanho da área construída e do espaço disponível, o andar e a quantidade de apartamentos em cada um. Dados sobre áreas de lazer — como academia, piscina, espaço gourmet, sala de jogos etc. — também ganham destaque.

Outras informações significativas para serem incluídas têm a ver com o estado de conservação, o ano de construção, se já passou por reformas e melhorias ou se é uma planta original, entre outras.

Descrever o bairro e os arredores também é outra boa estratégia. Explique, por exemplo, se o local está em uma rua plana ou em um morro e se há comércio nas redondezas, como mercados, padarias, farmácias, escolas, academias, bancos ou shopping.

Destaque seu contato

Após o potencial comprador conferir todas as informações primordiais sobre o imóvel, a chance de haver um contato aumenta consideravelmente. Por esse motivo, deixe em destaque os dados do corretor de imóveis, incluindo diferentes formas de contato, como telefones e e-mails, e esteja sempre pronto para explicações ou agendamento de visita.

Afinal, de nada adianta fazer um cadastro bem elaborado, com todas as informações que o possível cliente precisa para fechar o negócio, se os dados de contato não estiverem destacados de forma correta.

Por que utilizar uma ferramenta online para cadastrar e divulgar os imóveis?

O cadastro de imóveis na web é hoje uma necessidade para quem atua nesse mercado. A presença na internet traz cada vez mais resultados, por isso é tão relevante investir em formas de ter seu imóvel disponível na rede.

Nesse sentido, o inGaia Corretor, por exemplo, é um sistema voltado para corretores autônomos gerenciarem clientes e imóveis, e um dos passos para isso ser feito com eficiência é o cadastro de imóveis. Ao realizar o cadastramento no sistema, há a opção do anúncio da casa ou do apartamento entrar automaticamente nos portais parceiros da inGaia em que o corretor possui conta, impulsionando ainda mais os cadastros já realizados e economizando muito tempo.

Em meio a um cenário econômico inconstante, adotar um sistema que permite cadastrar imóveis online pode contribuir para você vencer a concorrência. E o marketing digital é um grande aliado nesse processo, pois um cadastramento bem realizado é igual a um bom anúncio – o que pode ser a chave para aumentar o número de acessos ao seu site e a quantidade de clientes que você tem.

Por isso, como já foi abordado, é tão importante focar mais na qualidade e não tanto na quantidade de imóveis cadastrados. Ter uma enormidade de opções registradas não necessariamente significa alcançar mais vendas.

Seguir as dicas para fazer um cadastro de imóveis de qualidade e investir na web como forma de atrair novos clientes e mostrar de maneira clara e direta um imóvel são pontos fundamentais para quem atua na área e deseja impulsionar os negócios.

Agora que você já sabe bastante sobre o processo de cadastramento, conheça na prática nosso CRM (Customer Relationship Management) para corretores de imóveis e veja como gerenciar seus clientes e impulsionar sua carreira fica bem mais fácil!

publicidade
Artigos relacionados
Compartilhe