Tecnologia

estender-500-tecnologia-casa-inteligente-como-a-tecnologia-esta-mudando-os-lares.jpeg

Casa inteligente: como a tecnologia está mudando os lares?

Há décadas as nossas residências abrigam equipamentos avançados, que tornam a nossa rotina mais simples e prática. Geladeiras, máquinas de lavar roupa e televisores são alguns exemplos de eletrônicos que foram adotados no ambiente doméstico para criar um dia a dia mais ágil. No entanto, foi apenas nos últimos anos que a ideia de uma casa inteligente e totalmente conectada ganhou força.

Graças aos computadores e a possibilidade de conectar aparelhos a redes sem fio com baixo custo, um novo portfólio de produtos e serviços surgiu. A chamada Internet das Coisas é composta por eletrônicos capazes de avaliar um grande conjunto de informações rapidamente e, assim, tornar a rotina de uma pessoa mais ágil e conectada. Como consequência, a ideia de casas serem inteligentes passou a ser mais viável e promissora.

Ficou interessado? Continue a leitura e saiba mais sobre casas inteligentes.

O que é uma casa inteligente?

A ideia de pessoas vivendo em casas conectadas e com uma alta integração a sistemas computacionais não é novidade. Desde os primeiros anos da internet, especialistas em TI trabalharam na criação de projetos voltados para o desenvolvimento de ambientes domésticos onde o computador é a peça central de vários cômodos.

No entanto, foi apenas nos últimos anos, com o avanço da Internet das Coisas e da evolução das conexões de rede sem fio que essa tendência se tornou, de fato, viável.

Assim, foi possível criar equipamentos que fossem mais conectados e convergentes. Pouco a pouco, as nossas casas passaram a ser mais integradas. Diversos eletrônicos conversam entre si, permitindo que atividades diárias sejam feitas mais facilmente.

Como a Internet das Coisas vai mudar as nossas residências?

A Internet das Coisas (ou IoT, Internet of Things, em inglês) é a base para o desenvolvimento das casas inteligentes. Ela é composta por um conjunto de dispositivos que utilizam redes sem fio para a troca de dados com a internet e conexão com outros aparelhos. Dessa forma, pessoas conseguem controlar equipamentos pela internet, identificar padrões de uso e buscar novas formas de gerenciar e facilitar a vida.

Nessa conjuntura, o Arduino possui um papel de destaque. Ele é uma placa fabricada na Itália e que pode ser utilizado em uma série de projetos computacionais. O projeto que desenvolve o equipamento surgiu em 2005 e, desde então, está ajudando várias pessoas a criarem novas soluções com baixo custo.

Cada Arduino possui interfaces que permitem a conexão de módulos. Assim, desenvolvedores podem expandir as suas funcionalidades e tornar os seus projetos mais inovadores. Os módulos podem dar aos pequenos equipamentos capacidades de conectar-se a redes sem fio, identificar a presença de pessoas, coletar dados do ambiente e até mesmo efetuar verificações biométricas.

Para quem pretende criar IoT devices de baixo custo para residências, os Arduinos podem ser a base para grandes projetos. Como são versáteis e relativamente baratos, cada equipamento pode ser adaptado para várias iniciativas. Sensores de gás, indicadores de presença, fechaduras inteligentes e interfaces de iluminação são apenas alguns exemplos de como essa tecnologia será importante para a criação de residências mais conectadas.

No longo prazo, o Arduino vai auxiliar na expansão da Internet das Coisas nos mercados inteligentes. O seu custo de investimento, aliado a sua flexibilidade facilitarão a criação de projetos inovadores e atrativos para milhões de pessoas.

IoT devices: qual a potencialidade deste mercado?

Nos próximos anos, o mercado brasileiro deve receber um grande número de dispositivos da Internet das Coisas. Hoje, resumidas a alguns modelos de lâmpadas, aspiradores de pó e mesmo geladeiras inteligentes, as opções nacionais são caras e pouco viáveis.

Nesse sentido, equipamentos como os Arduinos podem auxiliar empreendedores a desenvolverem projetos mais modernos e eficazes, além de ser mais uma ótima opção para quem trabalha com vendas de imóveis.

Será por meio de produtos de baixo custo que muitos consumidores terão acesso aos seus primeiros IoT devices e, diante disso, é fundamental que empreendimentos saibam procurar métodos de criação de baixo custo. Assim, grandes lucros poderão ser obtidos com a venda de imóveis inovadores.

Quais recursos uma casa inteligente pode oferecer?

Quando uma casa é voltada para a automação, é possível aplicar várias tecnologias para satisfazer as necessidades das pessoas que buscam essa conciliação. Confira alguns recursos que são empregados:

1. Definição de cenários de iluminação

Com os avanços tecnológicos, é possível aplicar uma determinada iluminação de acordo com cada finalidade pretendida na casa. Por exemplo, na sala de TV é possível acionar um cenário definido e pronto, em que as luzes serão reduzidas a fim de que o brilho da TV não fique ofuscado. É a própria pessoa residente que faz todas essas determinações.

2. Controle por biometria

Esse mecanismo é bastante eficaz, pois dispensa o uso de chaves, além de oferecer bastante segurança. Dessa forma, só é preciso que o morador encoste o dedo no sensor e a porta se abre. Também é possível cadastrar uma diarista, por exemplo, para que ela possa ter acesso à casa nos dias e horários programados.

No caso de alguém tentar entrar na residência sem autorização, o sistema biométrico envia um alerta diretamente para o celular do dono.

3. Eletrodomésticos mais inteligentes

Com dispositivos inteligentes, existe a possibilidade de programar várias ações e eles farão tudo automaticamente. Ou seja, pode-se acionar o forno por um smartphone, o que facilita bastante e traz comodidade para o dia a dia de qualquer pessoa.

Existem também algumas geladeiras que fazem uma boa parceria com seus usuários. O morador pode cadastrar certos alimentos perecíveis antes de armazená-los e o sistema avisa quando eles estiverem perto do vencimento.

4. Sistema de alarme sem fio

Quando há um bom sistema de alarme sem fio, evita-se a conexão com outros aparelhos que usam fiação. Por ter maior praticidade, ele é facilmente instalado. Basta apenas colocar os sensores de presença e de abertura de portas e janelas, optar pelo local, ajustar o volume e pronto! O restante é controlado pelo smartphone do residente.

5. Ajuste pré-programado de temperatura

Muitas pessoas fazem questão de chegar em seus lares e ter um conforto ideal. Assim, quando eles estiverem a caminho de casa, o ar-condicionado pode ser acionado, por exemplo, para que a temperatura ambiente fique mais agradável.

6. Limpeza da água da piscina

Com ferramentas próprias para essa atividade, é possível a programação de intervalos para que a água da piscina possa aquecer e o sistema de filtragem funcionar. Além de todo o conforto e praticidade que isso proporciona, há uma considerável economia de energia elétrica utilizando um sistema diverso de bombas hidráulicas.

Como captar e vender uma casa inteligente?

Percebe-se que uma casa inteligente é uma ótima opção de venda para corretores de imóveis. Possuir um sistema automatizado pode agregar um valor bastante atraente, pois você oferecerá algo diferenciado em relação à concorrência. Assim, cria-se um desejo de conforto, utilidade e modernidade pelo que é oferecido, aumentando potencialmente o número de compradores daquela residência.

Com o aumento do valor do imóvel por causa dos aspectos adicionados, os possíveis compradores terão uma visão totalmente nova pelo que é oferecido, pois raramente se encontra uma outra casa inteligente na mesma localidade.

É aí que surge o corretor: para achar essas opções, o comprador precisa contar com a experiência e conselhos de um profissional competente, que conheça bem o mercado e promova um processo de vendas mais rápido e eficiente.

A tecnologia também contribui muito para facilitar o dia a dia dos corretores com sistemas de gestão que agilizam o trabalho. Aproveite para conhecer o inGaia Corretor e tenha o software completo para gestão de clientes e imóveis, além do melhor site para corretores do mercado.

E aí, gostou do nosso post sobre casa inteligente? Então baixa o nosso Guia de vendas para corretores de imóveis e aprenda mais!

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe