Mercado

Saiba como montar uma imobiliária em 4 passos

Como abrir uma imobiliária: 6 dicas que você precisa saber

Você trabalha no mercado imobiliário e quer saber como abrir uma imobiliária? É claro que ser corretor autônomo tem lá suas vantagens, mas se você quiser aumentar sua área de atuação, ter o seu próprio negócio pode ser o caminho certo.

Nesse caso, é preciso tomar alguns cuidados para que todo o processo seja feito da maneira adequada. Assim, você evita não só muitas dores de cabeça, mas também possíveis multas e desperdícios de recursos.

Está em dúvida sobre o que precisa ser feito para montar seu empreendimento? Então confira a seguir como abrir uma imobiliária em 6 passos.

1. Planeje a sua área de atuação

O primeiro passo para montar uma imobiliária inclui o planejamento antecipado de cada etapa do negócio. Isso significa que é o momento de definir como será a atuação da imobiliária e quais serviços pretende oferecer. Há imobiliárias de imóveis luxuosos e outras focadas em habitação popular com preços mais baixos.

Enquanto algumas imobiliárias se especializam em compra e venda, outras são mais voltadas para o aluguel. E existem também aquelas que procuram oferecer uma ampla gama de serviços. O que você quer fazer? Comece definindo como sua imobiliária será, o que vai oferecer e como se posicionará no mercado.

2. Pense na infraestrutura necessária

Agora, você deve pensar sobre a estrutura do negócio. Por mais que a sua imobiliária não precise necessariamente contar com um espaço físico muito grande, um ambiente agradável acaba estimulando os funcionários e o possível cliente a ficar mais próximo da imobiliária.

Fora o lado material, a estrutura de processos deve ser diferenciada. Isso significa, por exemplo, utilizar a tecnologia para ajudar no fechamento de contratos por meio de um bom software imobiliário, como o inGaia Imob, que ajuda o negócio a se desenvolver mais rapidamente e mais organizado. Não menos importante, o treinamento para funcionários e a padronização do atendimento devem ter atenção especial.

3. Fique atento às exigências legais

Com tudo isso em mente, você não pode se esquecer das exigências legais. Assim como todo negócio de qualquer área, a imobiliária precisa passar por um processo completo (e relativamente burocrático) de oficialização de abertura.

A elaboração e o registro do Contrato Social estão entre as primeiras etapas, seguidas do registro na junta comercial, da obtenção de CNPJ, do registro no cartório, na prefeitura e na Secretaria da Fazenda, assim como da inscrição no INSS, da vistoria do Corpo de Bombeiros e do enquadramento tributário. Além disso, uma imobiliária também precisa de registro específico no CRECI, o conselho responsável por regulamentar a atividade de corretores e imobiliárias.

4. Planeje as finanças para abrir uma imobiliária

Para que o sonho do negócio próprio não se transforme em um pesadelo, é de extrema importância ficar de olho naquilo que acontece no meio financeiro. Faça um planejamento orçamentário que envolva os valores de aluguéis, investimento em estrutura física, contratação de funcionários, despesas com exigências legais e também com os gastos que serão feitos com divulgação e publicidade.

Uma dica para seguir antes de abrir a empresa é optar por um sistema de controle imobiliário no qual é possível integrar todas as atividades financeiras do seu negócio, como taxas administrativas e contratos de locação, evitar a inadimplência e até acompanhar métricas de crescimento mês a mês.

5. Conte com o auxílio da tecnologia

Trabalhar de forma digital pode fazer com que a sua imobiliária ganhe mais dinheiro e reconhecimento. Invista em ferramentas de planejamento e maneiras de controle automatizadas: sistemas ERP, CRM e outros recursos que permitem visualizar a geração de resultados.

Com o inGaia Imob, por exemplo, é possível criar um site para imobiliária, otimizar a gestão de processos e integrar uma série de tarefas que podem parecer complicadas quando alguém acaba de abrir uma imobiliária. Dessa forma, a empresa consegue ficar online, organizar a rotina e ficar antenada com aquilo que os clientes buscam.

6. Elabore estratégias de divulgação

Você chegou até aqui com tudo devidamente estabelecido, pronto para vender? Mas, por acaso, o mercado sabe que sua imobiliária existe e está pronta para fechar negócio? Para isso, é preciso investir em divulgação, impulsionamento de redes sociais e as principais estratégias de marketing imobiliário.

Tendência entre negócios de diversas áreas, você pode investir no marketing digital para aumentar o sucesso da sua imobiliária. Nesse caso, ter um bom site com fotos atrativas dos imóveis e apostar na produção de conteúdo relevante já pode aumentar o relacionamento com futuros clientes.

Mesmo depois de conhecer nossas 6 dicas de como abrir uma imobiliária, ainda está em dúvida sobre o que precisa ser feito para levar seu empreendimento adiante? Então, confira quais são as exigências para abrir sua imobiliária. E para receber dicas do mercado imobiliário diretamente no seu e-mail, assine a nossa newsletter!

publicidade
Artigos relacionados
Compartilhe