Mercado

criatividade-no-mercado-imobiliario-5-formas-de-superar-qualquer-crise.jpeg

Criatividade no mercado imobiliário: 5 formas de superar qualquer crise!

Imaginar e inventar são possibilidades que todo empreendedor pode fazer uso em seu negócio, e isso também se aplica para os que querem vender ou alugar imóveis. A criatividade no mercado imobiliário precisa ser colocada em prática, pois o mercado está cada vez mais competitivo e inovar é fundamental para alavancar a sua empresa.

São várias as possibilidades que podem ser adotadas, como o uso de tecnologias, de marketing, os incentivos aos colaboradores, entre outros que podem fazer toda a diferença na hora de vender. Ou seja, para se destacar, é preciso se diferenciar.

Pensando nisso, preparamos este post para que você conheça 5 formas de superar qualquer crise e vender mais no setor imobiliário. Confira agora!

1. Adote o marketing em sua imobiliária

É usual confundir a definição de marketing com estratégias de publicidade. O marketing e, assim como ele, o marketing imobiliário, não diz respeito apenas às técnicas de divulgação de produto, mas, sim, a todo o encadeamento que relaciona cliente, produto, preço e promoção.

As pessoas que atuam no marketing imobiliário criam mecanismo que objetivam diminuir o ciclo de vendas e ampliar os resultados das empresas. Além do mais, buscam otimizar o atendimento ao cliente, agrupando conhecimento e solucionando os problemas do cliente no tocante à compra ou ao aluguel de casas, apartamentos, salas comerciais, entre outros.

Um dos maiores desafios da gestão imobiliária é seduzir o cliente para o seu site ou redes sociais, criar uma relação que passa confiança, disponibilizando todas as informações necessárias para que ele decida fechar um negócio com a sua imobiliária.

No entanto, quais devem ser as técnicas que corretores precisam focar para melhorar os seus resultados? Podemos dizer que o alinhamento do marketing imobiliário ao marketing digital é fundamental.

Dessa forma, é o planejamento, a criação de uma meta de marketing, a produção de conteúdo pertinente, a análise, entre outros, que vão proporcionar as imobiliárias conseguirem ampliar a sua carteira de clientes.

2. Defina metas que desafiem o seu trabalho

Mesmo que você já tenha objetivos em sua empresa, é fundamental estimular o seu propósito pessoal. Não só ao que diz respeito às vendas, como também ao seu desenvolvimento como gestor.

O que é preciso para otimizar a minha venda de imóveis? O que é necessário ser feito para que isso aconteça? São perguntas que você deve se fazer e buscar uma forma de desenvolver um plano pessoal com objetivos traçados. Faça com que cada dia de trabalho seja um novo aprendizado e procure evoluir sempre.

3. Explore as diversas tecnologias

Ao realizar um planejamento de vendas imobiliárias, que abranja desde a etapa inicial até o fechamento do negócio, os meios tecnológicos podem ser fundamentais para o convencimento do cliente e a conclusão positiva do processo.

Assim, fazer o uso de telas interativas e de recursos distintos (especialmente os visuais), por exemplo, é bastante interessante. Com a abordagem da realidade aumentada fica muito mais fácil convencer um cliente a realizar uma visita a um imóvel ou mesmo deixá-lo mais predisposto a fechar o contrato.

O uso de fotos panorâmicas ou em 360°, do tipo interativas, auxiliam a instigar o interesse de quem quer explorar cada detalhe do imóvel antes de sequer cogitar a compra. Isso sim é aplicar a criatividade no mercado imobiliário.

O uso de um CRM também não deve ser deixado de lado. Esse é um mecanismo muito útil em todo o processo de planejamento de vendas. Com ele, você mapeará tudo que envolve o contato com o cliente, como também seus interesses e suas contrariedades.

Dessa forma, caso o CRM demonstre que um deles almeja adquirir um apartamento de 3 quartos, sendo uma suíte em alguma localização, quando aparecer um imóvel nessas condições será possível fazer uma oferta muito mais promissora. Isso faz com que a equipe de vendas realize uma prospecção melhor e até com menos esforços!

O planejamento de vendas imobiliárias não deve apenas considerar o convencimento do comprador em si, mas pensar também em toda a etapa burocrática que há entre a opção de compra e a real entrega das chaves. Por isso, é importante um software de gestão. Com ele a sua imobiliária armazena contratos e documentos, além de acompanhar ininterruptamente cada novidade.

4. Incentive seus colaboradores

Na gestão imobiliária, a produtividade deve ser olhada como um benefício propício tanto para os gestores quanto para os corretores. Para quem administra, significa buscar a melhora do aproveitamento de tempo e das habilidades de seus colaboradores e, por conseguinte, gerar resultados.

Em relação aos corretores, investir na própria produtividade pode proporcionar posições de destaque dentro da imobiliária, uma rotina menos exaustiva e mais tempo para atingir ações estratégicas. No entanto, para que isso aconteça, existe uma série de hábitos ruins que precisam ser eliminados.

Assim, para aumentar a criatividade no mercado imobiliário, nada melhor do que contar com um sistema específico que mapeará todas as suas necessidades e, também, as oportunidades.

No tocante ao aumento da produtividade da sua equipe, um sistema imobiliário proporcionará um melhor controle das fases do atendimento, disponibilizando métricas sobre o desempenho periódico e possibilitando a criação de técnicas para atacar os gargalos de produção.

Com um software específico, o gestor tem o controle para explorar o que está sendo feito dentro da imobiliária. Assim, ele saberá se é necessário investir em novas operações para salvaguardar a produtividade da equipe e, como efeito, ampliar a performance dos resultados.

5. Tenha um relacionamento próximo aos seus clientes

As redes sociais tendem a agilizar a aproximação na hora em que um cliente busca por um imóvel, pois essas mídias facilitam que ele te encontre. No entanto, um relacionamento que seja mantido além do mundo virtual, fortalece os laços existentes e aumenta a confiança. Por conta disso, sempre que for possível, crie possibilidades e conheça os seus compradores pessoalmente.

Não é apenas convidá-los para conhecer um apartamento decorado, por exemplo. É preciso organizar eventos, encontros e momentos que sejam bastante agradáveis para que ocorra um diálogo entre a imobiliária e o cliente. Isso, com toda certeza, é aplicar a criatividade no mercado imobiliário de forma correta e eficaz.

Fique atento, pois é preciso selecionar minuciosamente quais serão os tipos de clientes para cada evento. Geralmente, um open house, por exemplo, ocorre em imóveis luxuosos. Por isso, é importante verificar quais deles se enquadram em determinado perfil.

Gostou do nosso post sobre criatividade no mercado imobiliário? Compartilhe este texto em suas redes sociais e ajude a espalhar o conhecimento!

publicidade
Artigos relacionados
Compartilhe