Mercado

entenda-a-diferenca-entre-corretor-e-consultor-de-imoveis.jpeg

Entenda a diferença entre corretor e consultor de imóveis

O setor imobiliário cresceu muito nos últimos tempos. Esse crescimento foi tão grande que, cada vez mais, surgem novas figuras e novas funções para atender as demandas desse mercado.

Hoje vamos falar um pouco mais sobre o consultor de imóveis. Se você acha que essa definição é apenas uma forma alternativa para chamar o corretor de imóveis, saiba que está muito enganado!

O fato é que muita gente confunde esses dois profissionais, que, apesar de terem algumas funções ligeiramente parecidas, têm trabalhos bem diferentes.

Então, para deixar clara a diferença entre eles, preparamos este artigo exclusivo para você! Ficou curioso? Leia o post até o fim e entenda como ambos trabalham de forma diferente!

O corretor de imóveis

O corretor de imóveis é o profissional com o qual estamos acostumados a lidar quando queremos adquirir um imóvel. Portanto, antes de falar um pouco sobre o que faz um consultor de imóveis, queremos reforçar qual é o papel do corretor.

Se fosse para resumir a função de um corretor, podemos dizer que ele é o responsável por prospectar novos imóveis e possíveis compradores para eles, ou seja, é um profissional extremamente ligado à parte prática do mercado imobiliário.

As habilidades que são exigidas para um corretor de imóveis envolvem a negociação, o relacionamento com os clientes e, principalmente, o domínio sobre as técnicas e as etapas de tudo que envolvem uma transação imobiliária.

Além disso, é de sua responsabilidade dar toda a assistência que for preciso para as visitas dos clientes aos imóveis, saber avaliá-los, analisar a sua localização bem como a sua arquitetura e todos seus pontos fortes e, também, cuidar de algumas demandas mais burocráticas — tal como as certidões e os contratos.

O consultor de imóveis

Já o consultor de imóveis — que também pode ser chamado de consultor imobiliário — é responsável pela parte mais teórica que envolve a dinâmica desse mercado.

Entre as suas responsabilidades estão pesquisar imóveis e tendências, assim como analisar e estimar quais são as oportunidades do mercado imobiliário. Em outras palavras, ele é o profissional que tem condições de dizer se o momento é favorável ou não para fazer uma transação imobiliária — ou seja, comprar ou vender qualquer tipo de imóvel.

Podemos dizer que a sua visão é bem mais abrangente e externa quando comparada com a que é exigida de um corretor de imóveis. Inclusive, as habilidades que são necessárias para esse tipo de profissional estão muito mais ligadas à parte estratégica e lógica, pois a sua principal entrega é a consultoria para construtoras, imobiliárias, corretores e clientes.

Portanto, o consultor imobiliário precisa saber fazer previsões de médio e longo prazo para que seus diagnósticos consigam orientar seus clientes da melhor maneira possível.

Diferenças entre o corretor e o consultor de imóveis

Obviamente que pela descrição do corretor e do consultor de imóveis você já deve ter percebido que há grandes diferenças entre esses 2 tipos de profissionais, não é mesmo?

Para reforçar, então, toda essa distinção das duas profissões, vamos pontuar mais algumas características que não comentamos por completo, mas que ajudam a destacar o porquê de esses profissionais não serem a mesma coisa. Veja:

1. Exigência legal

O primeiro ponto que vamos destacar sobre a diferença entre corretor e consultor de imóveis é referente à exigência legal das duas profissões.

Antes de mais nada, para quem não conhece, o órgão que é responsável por essa parte no Brasil é o CRECI, que é a sigla para Conselho Regional dos Corretores de Imóveis.

Saiba que o corretor de imóveis é obrigado a se regulamentar junto ao CRECI e obter toda a documentação para exercer a sua função. Isso é uma determinação da lei brasileira.

Somente dessa maneira um corretor poderá fazer as suas vendas de forma legal, independentemente se ele trabalha como autônomo ou como prestador de serviços para uma imobiliária.

Já para o consultor de imóveis não é necessária essa exigência. Porém, é preciso atentar ao fato de que muitos corretores começam como consultores somente para burlar esse requisito. Mas atenção: se comprovado, isso pode ser considerado um crime!

2. Visão de mercado

Já comentamos um pouco disso nos tópicos anteriores, mas não custa reforçar essa questão: um dos principais pontos que diferenciam um corretor de um consultor de imóveis é a visão que cada um tem sobre o mercado.

Lembre-se de que um corretor está ligado totalmente com a parte prática e tem que lidar com todos os procedimentos e transações imobiliárias do início ao fim do processo de venda de um imóvel. Isso inclui ter de lidar com contratos, escrituras, certidões, entre outros documentos.

Além disso, ele é o principal canal de relacionamento com o cliente, o que exige que ele tenha o básico de visão de mercado para orientar minimamente o cliente sem parecer que está interessado somente em vender.

Já o consultor de imóveis é responsável pela parte mais teórica, que envolve pesquisar e estudar o assunto de maneira muito mais profunda. Saiba que isso exige que esse profissional tenha uma visão muito mais abrangente quando comparada com a do corretor de imóveis.

Para que ele possa realizar o seu trabalho com eficiência, é preciso entender principalmente sobre a parte econômica desse mercado para, assim, conseguir indicar ao seu cliente qual é o melhor momento para comprar ou vender um imóvel.

3. Forma de pagamento

A forma de pagamento também é uma das diferenças entre esses 2 tipos de profissionais. Enquanto um corretor recebe pelos seus resultados — que são obtidos pela venda ou locação de imóveis —, um consultor recebe pelas horas trabalhadas, dependendo de como o seu serviço é prestado.

Pode ser também que, dependendo do acordo com o cliente, o consultor receba um valor fixo por um projeto ou uma tarefa, independentemente do tempo que levará para concluir essa demanda. É muito comum também que empresas o contratem para prestar serviço de consultoria imobiliária.

Agora que você já sabe a diferença entre corretor e consultor de imóveis, assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que diz respeito à tecnologia para o mercado imobiliário!

publicidade
Corretor de imóveis, tenha uma plataforma completa para seu sucesso.
Artigos relacionados
Compartilhe