Vendas

imoveis-a-venda-o-que-fazer-com-propriedades-paradas-ha-muito-tempo.jpeg

Imóveis à venda: o que fazer com propriedades paradas há muito tempo?

Um dos desafios que todo corretor imobiliário enfrenta em algum momento de sua carreira é o de lidar com imóveis encalhados. Ou seja, aquelas propriedades que custam mais tempo e esforço do que o habitual para vender — até mesmo quando o mercado está favorável para os negócios do setor.

Se você tem lidado com imóveis à venda que atraem inúmeros visitantes e potenciais compradores, mas que não passam dessa fase, significa que algo está errado. Talvez sejam aspectos relacionados ao imóvel ou a estratégias de divulgação que você ainda não explorou. O fato é que uma análise minuciosa precisa ser feita.

No post de hoje, daremos 6 dicas importantes sobre o que fazer com propriedades paradas há muito tempo. Continue a leitura do conteúdo para conferir!

1. Faça uma divulgação inteligente e “limpa”

Você já se deparou com um imóvel com inúmeras placas de “vende-se” em sua fachada? Se sim, sabe que a poluição visual é um aspecto que influencia negativamente, dificultando a sua venda, pois ofusca a beleza do imóvel e ainda transmite uma mensagem implícita de que o proprietário está desesperado para vendê-lo.

Além disso, pode parecer que a propriedade está com problemas que estão impedindo a sua venda, gerando um desinteresse do potencial comprador. Portanto, uma boa estratégia de divulgação para imóveis à venda não é enchê-los de placas, cartazes e todo o tipo de material de comunicação, mas a forma como você utiliza os recursos que estão à sua disposição.

Atualmente, existem diversas ferramentas automáticas e inteligentes desenvolvidas para o setor imobiliário, como redes sociais, sites e portais imobiliários, que, além de serem muito mais eficientes no quesito poder de alcance, são meios “limpos” de alavancar a divulgação do imóvel.

Para isso, é importante ficar atento a alguns detalhes visuais, já que na internet as fotos serão um dos seus maiores recursos para criar anúncios eficientes e aumentar o poder de persuasão.

Tire fotos atrativas com ângulos privilegiados e com uma ótima iluminação, se possível fotografe o imóvel de dia e com as janelas abertas, mantenha o ambiente limpo e organizado e guarde todos os objetos para obter um enquadramento limpo e honesto.

2. Cuide da aparência externa do imóvel

Se você está lidando com imóveis à venda que estão encalhados há muito tempo, deve começar a considerar todos os possíveis aspectos que estejam influenciando nisso. Entre eles, a aparência externa tem grande peso no poder de atração de visitantes e compradores.

Portanto, observe a aparência geral da fachada da propriedade — focando no telhado, hall, portões, sacadas, pintura, estado das janelas — e veja se há algo que precisa ser aprimorado. Entre em contato com o proprietário e o auxilie em relação às necessidades do imóvel.

Muitos detalhes acabam escapando nos momentos de correria do dia a dia. Aos poucos, o imóvel deixa de ser atraente, e os clientes perdem o interesse nele. A ideia é fazer com que a aparência externa seja como a de uma casa nova.

Seguindo essa dica, certamente em pouco tempo você verá que os agendamentos de visitas começarão a aumentar de forma significativa.

3. Dê a mesma atenção ao estado de conservação do interior

Se você focar somente na aparência externa do imóvel, ignorando o seu estado de conservação interno, pode acabar causando uma forte sensação de frustração em seus compradores potenciais, pois eles terão uma impressão positiva ao se depararem com a fachada e uma realidade muito diferente ao entrar na propriedade.

Afinal, quem quer morar em uma casa cheia de rachaduras nas paredes, com focos de mofo, buracos, manchas nas paredes e diversos aspectos de uso e efeitos do tempo? Basta ter o mínimo de olhar clínico para perceber esse tipo de detalhe e orientar o proprietário a fazer as devidas correções.

O fato é que se você, na posição de corretor de imóveis, não notar esse tipo de problema, não tenha dúvidas de que o possível cliente o fará. Outro ponto importante a ser ressaltado é a limpeza: mantenha o interior sempre impecável e apto a receber visitas para aumentar suas chances de concretizar a venda.

4. Tenha a documentação em dia

Coloque-se na posição do possível comprador: ao iniciar uma busca por imóveis à venda, sua expectativa é de usufruir de todos os pontos positivos que uma casa nova tem a oferecer, além de poder descansar e aproveitar o fruto de anos de trabalho e economia, não é verdade?

Isso significa que o futuro proprietário não está procurando uma “dor de cabeça”, mas uma negociação simples e transparente, livre de burocracias ou problemas que ele será obrigado a resolver no futuro.

Por isso, ao lidar com uma propriedade parada há muito tempo, antes de focar nos aspectos físicos e em sua aparência, dedique-se a rever a documentação do imóvel, para se certificar de que não há nenhum problema de regulamentação que será empecilho para o fechamento da venda.

5. Conheça todos os aspectos do imóvel

Como já foi dito no decorrer do conteúdo, imóveis que demoram mais do que o habitual para serem vendidos têm um ou mais problemas, correto? Como corretor imobiliário, é sua função ter uma perspectiva mais ampla sobre a situação, enxergando os pontos fortes da propriedade e não somente os aspectos negativos.

Logo, é muito importante conhecer o imóvel como se fosse a palma de sua mão para destacar tudo que ele tem de melhor a oferecer. Além disso, para valorizá-lo, procure fazer descrições atrativas, ressaltando a infraestrutura do bairro, a localização, a flexibilidade no pagamento, os diferenciais do imóvel (piscina, suítes, edículas, área de lazer etc).

Um corretor de imóveis experiente sabe que, para cada imóvel, existe um comprador certo, mas isso só se torna possível quando o profissional conhece todas as características dos imóveis que estão sob sua responsabilidade e quando ele se mantém munido de informações sobre o perfil e as necessidades do cliente em potencial.

Faça a sua “lição de casa” e descubra tudo sobre o imóvel em questão. Converse com os vizinhos, informe-se sobre a rotina e a segurança da rua e do bairro. Quanto mais informações você tiver, maiores serão sua confiança e sua segurança na hora da negociação.

Afinal, você pode estar lidando com um imóvel incrível que está parado apenas por falta de interesse dos corretores e inexperiência do proprietário.

6. Mantenha a avaliação atualizada

Para finalizarmos nossas dicas para alavancar a divulgação de imóveis à venda, não poderíamos deixar de citar a importância de manter a avaliação da propriedade sempre atualizada.

Diversos fatores externos podem influenciar no valor venal de uma propriedade, como um novo supermercado, um shopping ou um hospital nas proximidades do bairro. Por isso, se você pretende lidar com imóveis à venda que estão parados há muito tempo, considere fazer uma nova avaliação.

O preço que chega ao possível cliente deve refletir uma realidade, clara, objetiva e transparente a seu respeito. Detalhes como acabamento, benefícios que oferece e qualquer aspecto positivo podem agregar valor e manter o imóvel competitivo no mercado.

Agora que você já conhece as melhores práticas para vender propriedades paradas há muito tempo, não deixe de conferir também as nossas 7 dicas para tornar imóveis mobiliados mais atrativos!

publicidade
Gestão Completa + Site para sua imobiliária :: inGaia Imob
Artigos relacionados
Compartilhe