Marketing

marketing-estender-500-marketing-imobiliario-10-dicas-matadoras-para-alavancar-seu-negocio.jpeg

Marketing imobiliário: 10 dicas matadoras para alavancar seu negócio

Especialmente por conta do atual cenário de incertezas econômicas, a quantidade de trabalhadores autônomos aumentou bastante nos últimos anos. Para você ter uma ideia, de acordo com dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o percentual de profissionais liberais no país subiu de 17,9%, em janeiro de 2013, para 19,8% em novembro de 2015. E aí, com tanta gente nova chegando no mercado, é preciso ficar esperto para conseguir realmente impulsionar o negócio.

No caso do mercado de imóveis, quem consegue fazer um bom uso do marketing imobiliário (principalmente na internet) já sai na frente. Que tal aprender a se destacar e, com isso, impulsionar de vez seu negócio?

Pois foi pensando justamente nisso que resolvemos fazer aqui uma lista com 10 das principais dicas para quem deseja dar um gás nos rendimentos. Quer saber quais são elas? Então confira!

1. Volte seu site para a conversão

Já faz um bom tempo que é praticamente impossível tocar qualquer tipo de negócio sem ter um site na internet. No entanto, hoje em dia não basta apenas ter esse site no ar. Na verdade, é preciso que ele seja direcionado para a conversão.

Não são poucos os negócios e profissionais que ainda pecam por produzir páginas lotadas de informações que, no fim, só confundem ou tiram a atenção do usuário daquilo que realmente importa: o contato com a empresa.

É preciso ter bastante cuidado na hora de produzir esse tipo de material, que deve conseguir, ao mesmo tempo, chamar a atenção do visitante para determinado imóvel e resolver quaisquer dúvidas sobre a necessidade de contatar seu negócio.

2. Invista em campanhas geolocalizadas

Se você só publica as imagens dos imóveis ou de promoções no Facebook, talvez esteja perdendo tempo e dinheiro por ali, sabia?

Com opções de anúncios geolocalizados, essa e muitas outras redes sociais podem facilmente direcionar sua mensagem a milhares de pessoas que sequer seguem seu perfil, mas que estão procurando por algum imóvel em uma determinada região.

Com isso, você não precisa ficar preso apenas a seus seguidores, o que amplia o seu leque de possibilidades.

3. Aposte também no Instagram

45 milhões: essa é a quantidade de usuários ativos que o Instagram tem só aqui no Brasil. Diante desse número, fica até difícil pensar em um lugar melhor para você publicar as fotos dos seus imóveis e investir em marketing mobile do que essa rede, não concorda? Então comece a investir desde já!

4. Continue com força total no e-mail

Lá no nosso post com 7 aplicativos para corretores de imóveis que você precisa ter, comentamos sobre o MailChimp, uma ferramenta que ajuda no disparo e no monitoramento de resultados de campanhas por e-mail.

Mas aí talvez venha a pergunta: será que ainda vale a pena investir em e-mail marketing? Claro que sim! De acordo com uma pesquisa realizada pela Adestra, pelo menos 23% do total de vendas realizadas pela web em um ano foram feitas graças a campanhas de e-mail marketing.

5. Utilize imagens e vídeos

Imagens e vídeos de boa qualidade são uma tendência no marketing imobiliário, porque esses formatos têm um grande poder de engajamento e podem contribuir para as vendas.

Para você ter uma ideia, os elementos utilizados em imagens e vídeos estabelecem laços emocionais que influenciam a percepção da sua mensagem — para comprovar, basta reparar como a maioria das propagandas utilizam essa linguagem na sua composição.

Assim, imagens e vídeos devem estar presentes em toda a jornada de compra — desde a pesquisa do cliente até o fechamento do negócio.

6. Aposte na realidade virtual

A realidade virtual é uma tendência muito utilizada para substituir as visitas presenciais em stand de vendas. Ou seja, o seu tempo e o tempo do seu cliente são poupados pela tecnologia que permite que você apresente dezenas de móveis (de maneira imersiva) em poucos minutos.

Mas calma! Falando dessa maneira pode parecer um recurso caro. No entanto, não é bem assim: a realidade virtual avançou muito nos últimos anos. Logo, é possível criar vários modelos de plantas, áreas de lazer e outras ações que engajem e agreguem valor ao produto a um baixo custo para a sua imobiliária.

7. Tenha o mobile em primeiro lugar

O termo “mobile first” é outra tendência matadora para as imobiliárias. Para compreender esse conceito, lembre-se de que, até bem pouco tempo atrás, o seu site imobiliário não precisava se preocupar muito com a responsividade (layout que se adapta a diversos dispositivos). E não era para menos, já que os clientes normalmente faziam as buscas por computadores de mesa (desktops) ou notebooks, não é mesmo?

No entanto, essa realidade mudou. Agora, além de ter um site voltado para a conversão (como falamos no primeiro tópico deste artigo), o site da sua imobiliária precisa se ajustar aos smartphones, tablets e outros aparelhos utilizados pelo seu cliente.

Tenha em mente que as pessoas utilizam cada vez mais a internet pelo celular. Por isso, não faz sentido negligenciar a experiência do usuário nesses dispositivos. Do contrário, seus potenciais clientes abandonarão o seu site — e a triste consequência disso é a perda de oportunidades para a imobiliária.

8. Envie mensagens pelo celular

A cada dia, as pessoas abominam cada vez mais receber ligações por celular. No lugar disso, elas preferem receber mensagens por aplicativos (WhatsApp e Facebook Messenger, por exemplo) ou e-mail. Isso acontece porque esse tipo de contato é menos invasivo e permite que o receptor responda de acordo com a sua disponibilidade.

Portanto, antes de fazer uma ligação inoportuna para o seu cliente, considere enviar uma mensagem simpática pelo WhatsApp.

9. Implemente chatbots no atendimento

Grosso modo, os chatbots são programas de computador que simulam o atendimento realizado por seres humanos. Ou seja, um robô é programado para responder as perguntas que o cliente faz pelo chat de tal forma que pareça realmente uma pessoa do outro lado.

Para as imobiliárias, essa é uma grande oportunidade de oferecer um atendimento qualificado e personalizado aos clientes.

10. Analise os resultados do marketing imobiliário na web

Por fim, a última dica que podemos dar por aqui é: não se esqueça de analisar bem a fundo os resultados obtidos com todos esses meios digitais. Com a ajuda de sistemas como o Google Analytics e até das próprias ferramentas do Facebook, Instagram e Mailchimp é mais que possível ver quantas pessoas têm acessado suas campanhas, interagido com elas e até por quanto tempo os usuários ficam on-line em suas páginas.

Esses dados são importantíssimos para entender o que tem dado certo e o que tem dado errado na rede. Assim, você consegue mudar o que pode ser melhorado ou manter o que vem funcionando.

Com a ajuda dessas dicas de marketing imobiliário, esperamos que você consiga impulsionar ainda mais seu negócio — afinal, sabemos que a concorrência é pesada. Mas acredite: com todo esse conhecimento em mãos, nada é impossível!

E aí, gostou das nossas dicas de marketing imobiliário? Então aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais para inspirar seus amigos e parceiros de negócios!

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe