Mercado

Mercado imobiliário: qual é o impacto da alta dos juros nas vendas?

Mercado imobiliário: qual é o impacto da alta dos juros nas vendas?

A crise, com suas incertezas políticas e econômicas, tem mantido a taxa básica de juros (a famosa taxa Selic) em um patamar altíssimo. E é especialmente esse cenário que contribui para a dificuldade geral de acesso ao crédito. Pois se quer saber quais são esses impactos e em que medida realmente afetam o setor do mercado imobiliário, não deixe de acompanhar nosso post de hoje!

Aumento da dívida

A alta dos juros impacta diretamente o mercado imobiliário, uma vez que aumenta significativamente o valor devido por quem decide adquirir um imóvel via financiamento. A conta é simples: com a taxa Selic mais elevada, os bancos e as instituições financeiras também aumentam o valor das taxas cobradas para o financiamento — o que frequentemente ultrapassa a casa dos 2 dígitos. Como consequência desse acréscimo relativo à parte dos juros, as parcelas dos financiamentos ficam mais caras.

Falta de confiança

As possibilidades de reajuste da taxa de juros e o cenário econômico geram outro efeito igualmente preocupante: insegurança. Taxa de juros elevada normalmente é sinônimo de crise econômica. Por sua vez, a crise traz instabilidade e insegurança a quem pensa em assumir compromissos de prazos mais longos — como é o caso do financiamento. Nesses momentos, mesmo quem já tem uma boa quantia para dar de entrada ou que teoricamente tem a capacidade de efetuar um pagamento mais caro costuma evitar o financiamento. Como não há garantias de estabilidade profissional com a situação assim, imprevisível, a venda de imóveis acaba saindo prejudicada.

Diminuição da procura

Considerando que o financiamento é, de modo geral, o meio preferido de compra de imóveis da população brasileira e sabendo que os juros aumentam o valor da dívida financiada, tem-se como consequência uma queda na procura por imóveis. Nesse contexto, é comum que os clientes adotem uma estratégia de cautela, esperando por uma situação mais favorável no mercado imobiliário para dar andamento a qualquer transação imobiliária. Assim, em vez de fecharem logo o financiamento, costumam preferir juntar um valor maior para dar de entrada, por exemplo, encurtando o prazo para quitação total ou diminuindo o preço das parcelas.

Busca por alternativas

A redução da procura por imóveis pela alta taxa de juros acaba forçando imobiliárias e corretores a agirem. Afinal de contas, é preciso tentar reverter essa situação, não é mesmo? Para tanto, é necessário adotar novas estratégias que levem ao aumento da demanda. Uma prática que vem sendo muito aplicada é a boa e velha oferta de descontos para facilitar o financiamento. Que tal avaliar se vale a pena aceitar entradas diferenciadas, como carros usados ou imóveis de menor valor, por exemplo? Oferecer vantagens extras, como o pagamento relativo à documentação da transação, é outra tática possível para atrair clientes e retomar o interesse pelos imóveis.

A alta dos juros impacta as vendas no mercado imobiliário principalmente porque dificulta o acesso ao crédito, aumenta a dívida e diminui a procura por imóveis. Como resultado, é preciso colocar em prática estratégias que aumentem a atração de compradores. Está pronto para esse desafio?

Agora que você já aprendeu um pouco sobre qual é o impacto da alta dos juros nas vendas no mercado imobiliário, aproveite para conhecer o inGaia Imob e veja como o esse software de gestão de clientes e imóveis pode te ajudar a divulgar os seus negócios e aumentar sua produtividade e vendas.

E se você gostou deste conteúdo, não deixe de assinar agora mesmo a nossa newsletter para receber muitos outros posts diretamente na sua caixa de entrada!

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe