Tecnologia

Na palma da mão: como os dispositivos móveis influenciam o mercado imobiliário?

Na palma da mão: como os dispositivos móveis influenciam o mercado imobiliário?

Hoje os dispositivos móveis já fazem parte da rotina: são centenas de cliques diários que facilitam as mais diversas atividades, de ir ao banco conferir o saldo da conta até se comunicar com pessoas em outros países quase que instantaneamente. Obviamente, essa tendência crescerá cada vez mais e estar preparado para trabalhar nessa realidade ‘mobile’ já é uma exigência para quem deseja se manter em evidência no mercado imobiliário.

Crescimento Mobile no Brasil

De acordo com os dados da Pesquisa sobre o Mercado Brasileiro de tecnologia realizada em 2015 pela Fundação Getúlio Vargas, o número de dispositivos móveis conectáveis a Internet no Brasil já superou a quantidade de computadores pessoais conectados na rede, com mais de 154 milhões de smartphones. Foi a primeira vez em 30 anos que houve uma queda no número da venda de computadores tradicionais e mesmo com oscilações econômicas a pesquisa indicava um crescimento de 8% no número de tablets no mesmo período.

Com a popularização dos dispositivos móveis nos últimos anos, os hábitos dos consumidores brasileiros também mudaram. De acordo com informações divulgadas pela Mobile Entertainment Forum (MEF), 66% dos usuários de telefonia móvel no Brasil pesquisam preço, lojas e avaliações dos produtos pelo celular antes de decidir uma compra e cerca de 67% declararam finalizar a transação pelo próprio dispositivo.

Os celulares também estão nas mãos dos brasileiros nos momentos de lazer, o que garantiu ao Brasil a posição de maior mercado de Internet móvel da América Latina em 2015. De acordo com a ComScore do Q1/2014, os brasileiros gastam mais que o dobro de tempo nas redes sociais, especialmente no Facebook. Apesar das oscilações no mercado, as previsões são otimistas para esse setor: no Brasil o crescimento no tráfego de dados móveis até 2018 deverá crescer mais de 60% por ano.

Mudança no Setor Imobiliário

Como essas mudanças na tecnologia e no cotidiano afetaram diretamente o mercado imobiliário?

Mais do que a tecnologia, o corretor imobiliário deve estar atento ao comportamento dos clientes: caso o seu site para imobiliária não tenha uma versão compatível com celulares e tablets, você pode estar perdendo a chance de atrair novos clientes, que buscarão em outros sites as informações e imóveis que desejam. De acordo com o Google Brasil, em 2014 as pesquisas por imóveis pelos celulares já tinham crescido cerca de 10%.

Especialmente em época de crise, quem apostar naquele tradicional modelo de atendimento e descrição de imóveis estará defasado. Mais do que nunca, buscar novos canais de divulgação e atendimento será um diferencial e estar atento a novidades de aplicativos, tecnologias e redes sociais é indispensável. Por isso, investir em sites que se adaptem a essas novas demandas é uma necessidade!

Aproveite então para conhecer o inGaia Imob e tenha em suas mãos o melhor CRM imobiliário do mercado e faça a gestão de clientes e imóveis através de qualquer dispositivo.

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe