Vendas

queda-de-vendas-de-imoveis-quais-sao-os-maiores-motivos.jpeg

Queda de vendas de imóveis: quais são os maiores motivos?

A instabilidade financeira do Brasil atinge diversas áreas, gerando muitos problemas no setor de vendas. O mercado imobiliário não fica de fora, mas, independentemente de qualquer especulação do cenário econômico, quem está atualizado e preparado consegue alcançar bons resultados.

A queda de vendas de imóveis tem os seus motivos e por conta disso o corretor de imóveis precisa se adaptar a essa realidade e buscar meios para se qualificar e se destacar perante a concorrência. Com preparação e planejamento, é possível sim sobreviver à recessão e até mesmo crescer.

Preparamos este post para que você saiba quais são esses motivos recorrentes para a queda de vendas e como é preciso agir diante disso. Confira agora!

Crise financeira

Os corretores de imóveis precisam ter o pensamento positivo e buscar alternativas para vender mais. É preciso trabalhar com os pés no chão e lidar com as mudanças relacionadas à economia do país, a fim de que consigam alavancar no trabalho, como também proporcionar melhores condições de vendas aos seus clientes.

A baixa no mercado imobiliário teve seu início em 2015, mas há previsões de melhoras, principalmente este ano que apresenta expectativas positivas. A flexibilidade é fundamental para estimular as vendas, uma vez que facilita muito para os compradores.

Assim, é preciso aproveitar esse momento de desaceleração e estar sempre aberto para negociações. Com o passar do tempo, os valores tendem a se estabilizar, o que vai melhorar as vendas.

Carência de atualização profissional

Para que os corretores consigam atingir seus resultados, é preciso realizar algumas mudanças de atitude. Essa alteração exige capacitação para o desenvolvimento profissional. Ou seja, ficar acomodado não funciona nos dias de hoje. É necessário mudança para se posicionar bem no mercado imobiliário.

Ausência de comprometimento com os resultados

Para sair na frente nessa área, é preciso estar verdadeiramente comprometido. Quando você almeja um resultado, nem sempre sua vontade é suficiente, pois é necessário dar enfoque total naquilo que se deseja.

Assim, não dê crédito ou culpe o mercado, o cliente ou quem quer que você ache que seja responsável pelos seus resultados. Cabe a você se comprometer e atingi-los, independentemente dos problemas que possam existir nesse processo. Essa é uma forma de superar a queda de vendas de imóveis e se destacar no mercado imobiliário.

Falta de valorização do produto que está à venda

Nesses tempos de crise, é comum corretores acharem que podem melhorar o valor de um imóvel para que tenha mais procuras, afinal, o seu objetivo é vender. O pedido de descontos por parte de clientes é bastante comum em uma negociação, no entanto o problema é quando esse pedido gera uma discussão sem fundamentos sobre preços.

É compreensível quando um comprador insiste em dizer que o valor está alto. É aí que você deve agregar valor ao seu atendimento e demonstrar que seu produto é único, bem diferenciado. Assim, você deve superar as expectativas do futuro comprador, apresentando um imóvel com vantagens e soluções reais para as suas necessidades.

Diante disso, é preciso que você saiba que, mesmo se estiver em um período de crise ou não, sempre há uma forma de um corretor se destacar no mercado, inovando e buscando alternativas para decolar suas vendas.

E aí, gostou do nosso post sobre queda de vendas de imóveis? Então, que tal conhecer 7 fatores que contribuem para a desvalorização de um imóvel?

publicidade
Artigos relacionados
Compartilhe