Tecnologia

Realidade virtual: por que investir no mercado imobiliário?

Realidade virtual: por que investir no mercado imobiliário?

Se você pensa que a realidade virtual se restringe ao entretenimento, está enganado. Empresas de diversos segmentos de mercado têm utilizado essa tecnologia para inovar e atrair ainda mais clientes — e o setor imobiliário não poderia ficar de fora!

A realidade virtual na venda de imóveis vem revolucionando a maneira como as imobiliárias e seus funcionários se relacionam com os usuários. Por meio dessa tecnologia, o cliente é transportado para um ambiente virtual, utilizando óculos específicos para enxergar em detalhes e em profundidade um imóvel digitalmente construído.

E o melhor de tudo: ela pode contribuir para o sucesso dos seus negócios! Ficou curioso para saber como? Então, confira por que sua imobiliária precisa investir nessa tendência!

Mantém um diferencial competitivo frente aos concorrentes

O mercado imobiliário está cada vez mais competitivo. Isso é positivo para os clientes, que passam a ter mais opções, e para a cidade, que ganha com construções mais bonitas que embelezam o espaço urbano.

No entanto, o ônus fica para as imobiliárias e construtoras que precisam se reinventar para atrair um público qualificado. Sem dúvida, ganharão a briga aquelas que apresentarem as melhores soluções e uma experiência de consumo mais satisfatória aos seus clientes.

As tecnologias de realidade virtual são capazes de proporcionar essa vantagem competitiva, chamando a atenção dos clientes para o diferencial que a imobiliária tem, tanto em apresentações dentro de um escritório, como em uma exposição em feiras do setor.

Fornece uma experiência diferenciada ao cliente

Se por um lado a realidade virtual torna-se uma ferramenta que fortalece os argumentos de venda do corretor, por outro, contribui para que o cliente tome uma decisão mais tranquila, em especial na compra de imóveis na planta.

Mesmo antes do projeto ficar pronto, o cliente poderá ter uma experiência imersiva no ambiente, tendo uma noção real de como ficará a construção depois de concluída.

Ao utilizar os óculos para a visualização em realidade virtual, o usuário tem uma impressão fidedigna sobre o espaço, as cores da decoração e a movimentação na área, sentindo-se inserido no imóvel.

Trata-se de uma imagem muito mais real do que o cliente poderia ter através de um folder, catálogo ou mesmo uma maquete, por exemplo.

Por meio dessa representação virtual, é possível reproduzir diferentes opções de layouts e modelos de decoração, permitindo aos clientes terem uma ideia de como ficará o imóvel após a entrega.

Com essa experiência diferenciada, os compradores em potencial ficarão muito mais inclinados a fechar negócio com a imobiliária.

Acompanha as tendências das maiores corretoras do mundo

Nenhuma empresa deseja ficar para trás diante dos seus concorrentes, e a realidade virtual é uma das maiores tendências, não só no mercado imobiliário.

Grandes corporações, como Facebook, Microsoft e Google, têm investido pesado nessa tecnologia, provando que esse recurso veio para ficar.

As maiores corretoras já buscam tais tecnologias para facilitar a vida dos seus clientes, reduzindo a necessidade de viagens para visitar imóveis e oferecendo aos usuários a melhor experiência possível — tudo isso por meio da realidade virtual.

E não é apenas os usuários que são beneficiados. Corretores e imobiliárias têm em suas mãos os melhores recursos para ajudar os clientes a tirar todas as dúvidas sobre as características de um imóvel distante ou ainda não construído.

Garante uma alta disponibilidade do imóvel

Imagine que você tem três imóveis que se encaixam no perfil do cliente. Então, você apresenta um catálogo com as respectivas fotos. Obviamente, para conhecer melhor os imóveis, o cliente vai desejar visitá-los pessoalmente. Daí, será necessário marcar um horário para levar ou encontrar com ele e apresentar as construções.

Todas essas etapas podem ser otimizadas por meio da tecnologia de realidade virtual. O cliente pode fazer um tour virtual no imóvel, na hora em que quiser e quantas vezes forem necessárias.

Durante a visita, poderão surgir dinamicamente na tela informações sobre a construção, valores, localização e outros dados pertinentes.

Essa ferramenta será capaz de reduzir o tempo que os corretores gastam em visitas, ajudando os clientes a tirar todas as suas dúvidas sobre os imóveis.

Evidentemente, esse recurso não substituirá a visita presencial a imóveis já concluídos. Afinal, o consumidor brasileiro geralmente compra apenas uma residência em toda a sua vida e, portanto, desejará ver a realidade física da sua aquisição.

Entretanto, a tecnologia contribuirá para que o cliente filtre as diversas opções e para que a corretora agregue um ar de inovação à sua marca.

Usa uma tecnologia simplificada e sofisticada

Apesar de se tratar de uma tecnologia sofisticada, o recurso de realidade virtual tem um funcionamento muito simples.

Para captar as imagens, é utilizada uma câmera que grava em 360°, que vai escanear todos os cômodos dos imóveis do portfólio da imobiliária, adicionando as informações que estiverem disponíveis.

Esses dados capturados serão utilizados por aplicativos de realidade virtual que permitem a visualização em 360°.

Além das aplicações, já estão disponíveis no mercado diversos modelos de hardware, como os óculos de realidade virtual — desde as opções mais caras, como os Gear VR, da Samsung, até alternativas mais simples, como o Cardboard, da Google.

Gerencia seus dados de modo mais eficiente

Os modelos mais tradicionais de divulgação, como os catálogos e folders impressos, já estão dando lugar aos formatos digitais, que ficam cadastrados em softwares ERP, sites, blogs e sistemas em nuvem.

Contudo, a mesma base de dados pode ser usada para oferecer uma experiência mais sofisticada e imersiva, como a proporcionada pelas tecnologias de realidade virtual. Dessa forma, as informações podem ser atualizadas mais rapidamente e ficam armazenadas com toda a segurança.

Economiza custos

Um ambiente virtual, digitalmente construído em 3D, pode custar cerca de 50% mais barato do que a construção de ambiente decorado real.

Além disso, com a popularização das tecnologias de realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista, os equipamentos e as técnicas de desenvolvimento tendem a ficar mais baratos, o que se refletirá na redução de custos do investimento como um todo.

Sem sombra de dúvidas, as tecnologias de realidade virtual são uma tendência irreversível no mercado imobiliário, e aqueles que desejarem se destacar dos seus concorrentes precisam aderir a essa revolução!

Para entender mais sobre como a tecnologia pode contribuir para a organização e otimização do seu negócio, confira nosso post sobre 7 aplicativos para corretores de imóveis que você precisa ter.

Agora que viu como a realidade virtual pode ajudar no mercado imobiliário, aproveite para investir também na tecnologia de gestão da sua imobiliária com o inGaia Imob e trabalhe de forma digital e lucrativa com um sistema para imobiliária completo e o melhor site de imóveis.

publicidade
Gestão Completa + Site para sua imobiliária :: inGaia Imob
Artigos relacionados
Compartilhe