Mercado

Saiba o que é importante para abrir uma imobiliária

Saiba o que é importante para abrir uma imobiliária

Você já adquiriu bastante conhecimento sobre o mercado, carrega toda a sua experiência como corretor e está decidido a dar um passo importante na carreira: abrir uma imobiliária. O detalhe é que, quanto mais perto você chega de transformar o sonho em realidade, mais precisa estar atento a algumas exigências. Antes de pendurar a placa e distribuir cartões, é essencial tomar alguns cuidados. Descubra quais são a seguir!

Faça um planejamento financeiro

Para que o sonho da imobiliária própria não se transforme em pesadelo, dê atenção especial a suas finanças. Faça um planejamento orçamentário que envolva o aluguel de um imóvel e o investimento em estrutura física, contratação de pessoal, despesas com processos legais e fiduciários, bem como aplicação em marketing. Lembre-se de balancear esses fatores com expectativas de faturamento anuais e avalie as melhores opções para obter crédito.

Fique atento aos registros necessários

A abertura de uma empresa no Brasil exige a superação de uma série de obstáculos burocráticos. Uma das representações desse problema está na quantidade de registros exigidos junto a diferentes órgãos, sendo os principais:

  • Junta comercial;
  • Secretaria da Receita Federal;
  • Secretaria de Fazenda estadual;
  • Prefeitura;
  • Corpo de bombeiros;
  • Caixa Econômica Federal — INSS e FGTS.

Seja credenciado ao CRECI

Além dos registros junto a órgãos governamentais, as imobiliárias também devem ter o devido credenciamento junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI). Para esse credenciamento, é preciso pagar uma taxa e apresentar alguns documentos, como contrato social, CNPJ e alvará de funcionamento. Vale lembrar que pelo menos um dos sócios da imobiliária deve ser um corretor e, portanto, precisa ter o respectivo credenciamento profissional também emitido pelo CRECI do seu estado.

Monte a equipe ideal

Superados os aspectos burocráticos da abertura da sua imobiliária, chegou a hora de efetivamente colocar a mão na massa! Uma boa maneira de iniciar esse processo é contratando os profissionais que farão a empresa funcionar: os corretores. Esses profissionais também precisam de credenciamento do CRECI e, claro, devem se encaixar no perfil que você procura para sua empresa.

Ainda nesse quesito, lembre-se de procurar por profissionais para as demais exigências do negócio, o que inclui, por exemplo, ao menos um contador e um advogado, a princípio. Mas como nem sempre (especialmente no início) é possível contar com colaboradores internos especializados para lidar com essas funções, apostar em consultorias e assessorias terceirizadas pode ser uma boa ideia.

Invista pesado em tecnologia

Garantir uma boa gestão da imobiliária desde os primeiros passos é fundamental para não acabar vendo seu negócio naufragar. Para ajudá-lo nessa missão, invista em ferramentas de planejamento e controle que usem a tecnologia. Estamos falando dos famosos sistemas ERP, de gestão empresarial, e dos CRMs, para o controle de informações sobre clientes.

Tais ferramentas automatizam processos e traduzem dados em relatórios e tabelas simples, além de ainda serem escaláveis. Isso significa que os custos com software são proporcionais ao tamanho da empresa. Traduzindo: as despesas só vão aumentar à medida que sua imobiliária já estiver em franco crescimento no mercado. Viu como, ao contrário do que muitos podem pensar, essas soluções são sim acessíveis para gestores de primeira viagem?

Agora que você já sabe o que é importante na hora de abrir a sua imobiliária, aproveite para conferir o inGaia Imob e faça a gestão de clientes e imóveis, além de acompanhar a performance de sua imobiliária de qualquer lugar e de qualquer dispositivo.

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe