Tecnologia

Como será a compra de imóveis no futuro com os óculos virtuais?

Como será a compra de imóveis no futuro com os óculos virtuais?

Ao ouvir falar em realidade virtual, muita gente acaba automaticamente imaginando histórias dignas de ficção científica. Você também? Então chegou a hora de esclarecer alguns pontos. E que tal focarmos hoje nos óculos virtuais? Com o estudo e o aprimoramento da tecnologia aplicada a esses recursos, hoje já é possível simular ambientes digitais com grande riqueza de detalhes, inclusive proporcionando experiências de imersão em tempo real, acredite se quiser. E um mercado que pode ganhar bastante com isso é o imobiliário! Então, confira como será a compra de imóveis no futuro.

Já pensou se fosse possível visitar um edifício que ainda nem foi construído ou testar novas decorações em uma casa sem sequer ter que sair do lugar? Pois isso (e muito mais) será sim realidade! Quer saber como? Então este post foi feito para você! Veja a seguir como funcionam os óculos de realidade virtual e como eles vão influenciar a compra de imóveis no futuro!

Como funciona?

O segredo dos óculos de realidade virtual reside na visão estereoscópica, que sobrepõe 2 imagens 2D ligeiramente diferentes para simular a maneira com que nossos olhos percebem o ambiente. É daí que vem a sensação da visão tridimensional. Por isso, os óculos de realidade virtual geralmente são compostos por 2 visores LCD (um para cada olho) ou por um único visor LCD com 2 fontes de imagem distintas.

O grande diferencial dos óculos virtuais modernos é que, além de tudo, a visão muda de acordo com o movimento da cabeça do usuário. Essa propriedade é conhecida como head tracking e permite que se observe um objeto ou mesmo um ambiente a partir dos mais variados pontos de vista. Interessante, não é mesmo?

Onde aplicar?

Agora que você já sabe ao menos o básico sobre como funcionam os óculos de realidade virtual, fica mais fácil imaginar suas aplicações no mercado imobiliário, não acha? Veja só:

Pesquisas

O primeiro exemplo é óbvio: com a realidade virtual, é provável que as pesquisas por imóveis sejam quase totalmente realizadas em casa mesmo, com possibilidades de visitas e passeios virtuais pelo imóvel a qualquer momento do dia, independentemente do horário. Isso significa que, se o cliente quiser, poderá conhecer todos os detalhes de um imóvel às 4 horas da manhã de um dia de semana sem qualquer problema! Além disso, como as vendas de imóveis não serão mais restritas a locais e horários de atendimento e visitas, seu público poderá ser formado por pessoas de todo o mundo!

Alterações

Alguns programas voltados para o uso imobiliário da realidade virtual já permitem simular alterações na planta de uma casa ou de um edifício, derrubando paredes, testando novas cores em ambientes ou modificando móveis e eletrodomésticos, por exemplo. E isso tudo, é claro, acontece em tempo real. Assim, se seu cliente não gostou do paisagismo no quintal, que tal trocá-lo para um que seja mais a sua cara? Se não vê o potencial de reforma do imóvel, derrube algumas paredes e redecore, fazendo uma verdadeira revolução para provar o valor daquele bem!

Preferências

Para os próximos 5 anos, a expectativa é que cheguem ao mercado tecnologias que integrem realidade virtual e inteligência artificial, com algoritmos de aprendizagem responsáveis por identificar as preferências dos clientes e sugerir a eles as melhores opções de imóvel. Isso sim é otimização da experiência de compra, não concorda?

E então, o que achou dessa perspectiva? Comente aqui e divida suas impressões conosco! E se quiser se manter informado sobre o assunto, aproveite para conferir as 6 principais tecnologias que estão sendo usadas no mercado imobiliário!

Tenha o melhor da tecnologia imobiliária em suas mãos, com o inGaia Corretor e conte, além de um site para atrair clientes e faturar mais, com acesso a seus clientes e imóveis através do aplicativo e parcerias em tempo real com mais de 30.000 corretoras.

publicidade
Black Friday inGaia - R$ 1000,00 de desconto para ter o sistema imobiliário mais completo do mercado
Artigos relacionados
Compartilhe